O Secretário Executivo de Qualificação Profissional e Trabalho da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Gestão), Bruno Gouvêa Bastos destacou as oportunidades e perspectivas econômicas para Mato Grosso do Sul para os próximos anos em palestra realizada na quinta-feira (5) em Três Lagoas no evento “Diálogos Democráticos entre os Atores no Processo Produtivo para um Desenvolvimento Sustentável”, promovido pelo Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região.

“Destacamos os desafios para a próxima década e os investimentos que o governo vem fazendo para garantir o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. Temos diversos empreendimentos de grande porte se instalando em nosso Estado e todo eles já estão alinhados com as nossas políticas de desenvolvimento sustentável. Para atrair e garantir essas grandes indústrias é necessário investimento do Governo em qualificação profissional dos trabalhadores e na logística de transporte, com a expansão das redes rodoviária, hidroviária e aeroportos”, comentou Bruno Bastos.

O secretário Executivo da Semadesc destacou também o Plano Estadual de Qualificação Profissional MS Qualifica, realizado pelo Governo do Estado em parceria com as entidades do Sistema S (Sebrae, Senac, Senai, Senar, Senat, Sesc). “O primeiro programa executado foi o Voucher Caminhoneiro, que está em andamento e ofereceu 660 vagas para motoristas interessados em obter a habilitação nas categorias D e E. Agora, estamos trabalhando no Voucher Desenvolvedor de Sistemas”, informou.

O objetivo do evento, conforme o desembargador Francisco Filho, diretor da Escola Judicial, foi discutir como gerar o crescimento sustentável de Mato Grosso do Sul, com foco nos eixos social, ambiental e econômico. “O atual modelo de desenvolvimento e produção precisa ser pensado de modo que não se freie o progresso econômico que gera emprego, trabalho, renda e riqueza, mas, ao mesmo tempo, tem que ser equilibrado e sustentável no sentido de dar proteção ao núcleo essencial dos direitos fundamentais, como a vida, a saúde e o meio ambiente, incluído aí, obviamente, o meio ambiente do trabalho e o respeito aos direitos dos trabalhadores”, destacou.

A professora Larissa da Silva Barcelos, Diretora do Campus de Três Lagoas da UFMS, disse que a realização de um seminário como este em Três Lagoas é gratificante. “Quando a gente pensa em desenvolvimento sustentável, para nós enquanto instituição formadora, essa temática é extremamente necessária e importante porque a ideia é fazer uma formação integral dos acadêmicos, não apenas técnica, mas também humana e voltada para as questões ambientais”.

O evento da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região contou com a participação de magistrados, advogados, empresários, representantes de sindicatos e acadêmicos da região.

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in:Tecnologia